Fechar janela
Imprimir

Padarias vo investir R$ 750 milhes



Aportes sero feitos em dois anos, para atender nova norma do Ministrio do Trabalho e Emprego




As empresas tambm tero que realizar adaptaes nos locais onde os equipamentos esto instalados


O setor de Panificao vai investir R$ 750 milhes nos prximos dois anos em Minas Gerais, para se adaptar s exigncias da Norma Regulamentadora n 12, conhecida como NR 12, do Ministrio do Trabalho e Emprego. A regra determina que padarias, supermercados com padarias, aougues e indstrias de produtos panificados substituam mquinas antigas por outras, que garantam segurana aos operadores e evitem acidentes de trabalho. Os estabelecimentos tambm tero que realizar adaptaes nos locais onde os equipamentos esto instalados.


S em Minas funcionam 6,5 mil padarias, segundo dados da Associao Mineira da Indstria da Panificao - Amipo. Porm, o Estado tem, ao todo, 14 mil pontos de vendas de produtos de padaria, incluindo supermercados, que precisaro fazer as adaptaes, sob o risco de sofrerem multas, interdies, suspenso de atividades e at processo de Ao Civil Pblica contra os proprietrios do estabelecimento.


As novas exigncias geram boas expectativas de negcio para as indstrias produtoras de mquinas para panificao, j que o mercado ter duas opes: substituir os equipamentos antigos e que estejam em desacordo com a NR-12 por outros mais modernos ou, no caso de novos empreendimentos, adquirir as mquinas j fabricadas com os itens de segurana exigidos. "Nos prximos cinco anos, as vendas prometem ser boas", admite o gerente-executivo da Associao Brasileira das Indstrias de Equipamentos para Panificao, Biscoitos e Massas Alimentcias - Abiepan, Armando Tadei Jnior.


Prazos - sso porque o prazo para que as indstrias comeem a produzir mquinas e equipamentos seguindo as regras da NR 12 comeou a correr em junho de 2011 e expira dentro de cinco anos. J a adaptao das padarias e outros pontos de venda ser feita em prazos diferenciados, de acordo com o tamanho da empresa: aquelas que tm at dez empregados tero 36 meses para se enquadrar; j as que possuem entre 26 e 50 funcionrios tero 24 meses, enquanto aquelas com 50 ou mais, 18 meses. A maior parte vai cair no prazo mais dilatado, j que, segundo Armando Tadei, "70% das padarias do Brasil e de Minas tm de dez a 25 funcionrios".


Mesmo diante da previso de grandes investimentos em mquinas e equipamentos nos prximos anos, o presidente da Amipo, Antnio de Pdua, est otimista em relao aos negcios do segmento em 2012. "As perspectivas so boas, porque a panificao vem crescendo muito na linha de produtos de padaria, em todo o mix, e no fast food", explica. O gerente-executivo da Abiepan tambm ressalta esta crescente tendncia do setor e costuma afirmar que "as padarias de hoje vendem de tudo, inclusive po".


Dados do Instituto de Tecnologia da Panificao e Confeitaria - ITPC indicam que 32,2% do faturamento do segmento, em mdia, vieram da linha de produtos prprios, como pizzas, pes especiais, comidas prontas e outros processados pelas empresas. A expectativa para 2012, adianta o presidente da Amipo, de alcanar um crescimento de 10%.



Fonte: Jornal Dirio do Comrcio - Belo Horizonte/MG - 10/02/2012

(Confira tambm o site do Instituto Tecnolgico ITPCwww.institutoitpc.org.br)